2015-01-15

 

Terrorismo e criminalidade comum: uma questão de segurança interna


O ataque terrorista da semana passada mobilizou milhões de cidadãos em manifestações e exigirá novos esforços e recursos de forças de segurança interna, incluindo policiais, para satisfazer a opinião pública, rectius, os eleitorados.

Nos últimos anos, as acções preventivas de ameaças de redes terroristas no espaço europeu - sobretudo no Reino Unido, Alemanha, França, Bélgica e Itália - têm exigido recursos policiais e de informação de segurança interna numa extensão tal que tem prejudicado, inviabilizando, a repressão eficaz de máfias internacionais de tráfico de seres humanos, órgãos humanos, droga, redes de prostituição forçada, escravatura, criminalidade economico-financeira, espionagem industrial, comercial, financeira, política, et alia.

A luta contra o terrorismo abriu caminho às máfias que conquistaram uma liberdade de acção favorecida pela "distração" das autoridades na prevenção de acções terroristas. 

Os Estados europeus têm negligenciado o investimento na investigação criminal.
Até quando?

Etiquetas: , , ,


Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

eXTReMe Tracker Free counter and web stats
Contador grátis e estatísticas para seu site em www.motigo.com

RSS: Tenha acesso às actualizações do Blog de Informação, clicando aqui ou no í­cone anterior.