2010-11-08

 

ASJP ouvida na Comissão de Orçamento e Finanças do Parlamento







O presidente da Associação Sindical dos Juízes Portugueses (ASJP) sublinhou esta segunda-feira, no Parlamento, que os magistrados «não querem um tratamento de excepção» na contenção orçamental, mas que também não faz o «mínimo sentido» serem alvo de uma «discriminação negativa», noticia a Lusa.

Ouvido na comissão parlamentar de Orçamento e Finanças, António Martins aludia à proposta do Orçamento do Estado para 2011, em que se prevê a redução da remuneração dos juízes entre oito e dez por cento e ainda dos subsídios de compensação em 20 por cento.


Fonte: IOL

Etiquetas: ,


Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

eXTReMe Tracker Free counter and web stats
Contador grátis e estatísticas para seu site em www.motigo.com

RSS: Tenha acesso às actualizações do Blog de Informação, clicando aqui ou no í­cone anterior.